top of page

Terapia de casal: quando e porque procurar?


casal sentado no banco

A terapia é um importante recurso para compreensão da dinâmica vincular de uma dupla e não deve ser apenas o último recurso de uma relação prestes a terminar. Assim como uma terapia individual, na terapia de casal o ideal é buscar auxílio profissional de maneira preventiva, isto é, quando são notados conflitos com certa recorrência e que, aos poucos, trarão ao relacionamento um desgaste maior.

Conflitos e divergências entre um casal acontecem, mas a recorrência e a intensidade costumam denunciar quando algo não vai bem. Ainda é bastante comum que apenas um dos cônjuges procure ajuda em terapia individual e, uma vez identificadas questões do relacionamento, o profissional indica o processo em dupla. Mas essa não é a única maneira. Uma vez que o casal observa que alguma questão está comprometendo a relação pode, por si, buscar auxílio e abrir-se para intervenção.

Os conflitos podem ser os mais diversos surgidos da relação, por exemplo, local onde moram, nascimento e educação de filhos, questões sexuais, diferentes projetos de vida, agressividade exacerbada, problemas de comunicação, finanças, relações extraconjugais, dentre vários outros.


Como funciona?


É indicado que o casal marque um horário em que possam chegar juntos ao consultório, preferencialmente em frequência semanal. O papel do terapeuta será acolher a ambos e atuar enquanto um facilitador e observador atento dos aspectos conscientes e inconscientes da dupla. A técnica psicanalítica de casal tem muito a contribuir nesse sentido e em ampliação à psicanálise individual, demonstrando eficácia em estudos científicos atuais. Seus trabalhos datam mais de 70 anos e continuam em revisão e aperfeiçoamento através das vivências de psicanalistas clínicos e pesquisadores.


Posso chamar o meu cônjuge na minha terapia individual?


A terapia de individual nunca deverá passar a uma terapia de casal, isto é, com o mesmo terapeuta. O que pode acontecer é uma terapia de casal continuar como terapia individual quando um dos conjugues quer permanecer com o mesmo analista ou ambos estarem em processos individuais e estarem também em terapia de casal para aspectos relacionais, pontuais ou momentos de crise.


Quer marcar um horário ou esclarecer outras dúvidas sobre esse processo? Entre em contato com a profissional através do formulário do site.




56 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page